top of page

Fonte

2808_KB_TatianaMito_High_2.jpg

Fonte, 2024

Mictório, bomba submersa e água de rosas

55 x 32 x 28 cm 

Em “Fonte”, a artista buscou criar um diálogo com uma obra fundamental na história da arte, o mictório de Marcel Duchamp, que é também considerado um precursor da Arte Olfativa. Segundo Marcello Dantas, “Karola revisita esse instrumento na busca pela inversão de seu sentido. Assim, ele passa a ser ressignificado como um receptáculo para os sentidos e não apenas um lugar onde a gente dejeta.” Na sua pesquisa, Braga também aborda aspectos da cultura olfativa através da história.

Na França do século XVII, por exemplo, a ausência de saneamento básico deixava o ar impregnado com odores de mictórios a céu aberto. Em contraste, nas grandes festividades, fontes eram abastecidas com água de rosas para transformar a atmosfera, destacando o papel dos aromas em modificar percepções e ambientes.

Assim, Braga não apenas revisita a história da arte mas também explora como os cheiros foram moldando, ao longo do tempo, aspectos das práticas sociais e culturais.

2808_KB_TatianaMito_High_3.jpg
2808_KB_Proporção_TatianaMito_High.jpg
2808_KB_Detalhe_TatianaMito_High_3.jpg
2808_KB_Detalhe_TatianaMito_High_2.jpg

Imagens: Tatiana Mito 
 

bottom of page